Aqueles beijos já se vão pra não ficar

Facebook Twitter Email

Marcamos
em um bar sossegadinho
e eu bebendo aqui sozinho
esperei sem te encontrar

Era uma noite
em que o mundo estava escuro
o amor, tão inseguro
insinuei no meu olhar

Meu bem
esse seu jeito não é sério
e eu que gosto de mistério
cansei de desvendar

Te remeti
uma mensagem de carinho
e no meio do caminho
me arrependi de me doar

Eu sei
que entre tantos desavisos
fui apenas improviso
história fora de lugar

Entendo
aqueles beijos de algum jeito
sempre cheios de desejo
já se vão pra não ficar

[Jr. Bellé] – Mais poemas do autor



Os comentários estão desativados.