Destino da poética

Facebook Twitter Email

Chioda

descalço no jardim o
destino
me espera na soleira
da porta
com o café
numa das patas

olho as eras,
me fala.

molho as heras,
eu digo.

[Leonardo Chioda]



Os comentários estão desativados.