DUM ESTYLO SEM VACILLO [5391]

Facebook Twitter Email

Sertanejo, forró, tudo
dizem “universitario”!
Eu não posso ficar mudo
ante rotulo tão vario!

Que será que altera o estudo
superior? O aspecto etario?
O elitista? Eu não me illudo:
samba é samba e não tem pareo!

Quem quizer fazer forró
Gonzagão escute! É só!
Tocar saiba uma samphona!

Quanto ao ramo sertanejo,
só caypyra é como o vejo,
nem moderno, nem cafona…


[Glauco Mattoso] – mais poesias do autor



Os comentários estão desativados.