Sol frio

Facebook Twitter Email

Esse sol frio daqui
vem para esfriar
esse coração quente
que morre ali
esse vento felino
vem numa matilha
que lambe minhas feridas
e te leva para lá
e deixa as nossas vidas remidas
as caminhadas estreitas
em cicatrizes desfeitas
o vento que me lembra
do que a vida te dá
é o frio que te ondeia
e me conta que não há receitas
para viver essa vida de desditas
desse jeito inocente de quem verá
as lembranças malditas
de quem se esquecerá.

[Filipe de Almeida Garrett] – Mais poesias do autor



Os comentários estão desativados.