Temporal

Facebook Twitter Email

o tempo consome a luxúria da vida
resta apenas o passado
como um dominado
masoquista

maldito tempo esquizofrênico
que ontem deixava recados
hoje me cobra pecados
idênticos

sei que me traz os conselhos mais seguros
mas também sei
que no futuro
por cada um deles
me mata

[Jr. Bellé] – Mais poeias do autor



Esta poesia integra o livro Trato de Levante, ainda inédito. Para baixar, ler e conhecer outros trabalhos do poeta, clique aqui.



Os comentários estão desativados.